maio 16 2018 0Comment

Como preparar sua construção para energia solar

Se você está na fase de construção ou planejamento é possível prever alguns detalhes em projeto para facilitar a instalação dos painéis solares e evitar possíveis complicações.

Na fase de construção ou planejamento, certifique-se de que você possui uma área livre de sombreamento e um espaço razoável, isto é, uma área suficiente para instalação dos módulos fotovoltaicos.

Uma “regrinha” para contas rápidas e resultados aproximados que podem ajudar em sua construção diz que, em geral, para projetos residenciais, você precisaria de 7m² por kWp, e para geradores de grande porte, entre 9m² e 10m² por kWp.

Para obter um resultado mais preciso e específico, utilize o nosso Simulador Solar Bravo Energia que, além do espaço necessário para a instalação, será informado também a quantidade de placas fotovoltaicas, a geração mensal, a potência instalada e o orçamento de seu projeto.

A disposição das placas instaladas no telhado é muito importante! Para nós, aqui no Brasil, o ideal é sempre manter o sistema solar fotovoltaico direcionado para o norte, com uma inclinação igual à latitude local.

É possível instalar seu sistema solar fotovoltaico direcionado para outros pontos cardeais. Porém, a eficiência de seu sistema será menor do que se fosse direcionado para o norte. Exemplo: um mesmo sistema direcionado para o sul terá uma eficiência de 50% em relação ao instalado na direção norte.

Pense no tipo de telhado que deseja construir! Coberturas de telhas metálicas e coberturas do tipo shingle são uma ótima opção. Além de facilitarem a instalação, dão um visual bonito e são superfícies seguras para fixação.

Há quatro tipos de coberturas onde se pode instalar um sistema solar fotovoltaico:

1º – Cobertura de telha metálica e cobertura do tipo shingle: são as melhores opções para instalar um sistema solar

2º – Telhas de barro, ou concreto, do tipo francês ou do tipo capa-canal: são a segunda melhor opção, porém exigem certo manuseio para a instalação.

3º Telhas do tipo fibrocimento, ou Eternit: são frágeis e podem quebrar durante o processo. Em geral, é necessário um sistema de fixação dos painéis independente das telhas para a instalação do sistema solar fotovoltaico.

4º Coberturas planas como lajes e telhas pré-fabricadas em concreto: Podem parecer uma ótima opção, porém é necessário o uso de uma estrutura de fixação inclinada para evitar o acumulo de sujeira e obter maior aproveitamento da incidência da luz solar.

E dentro de casa, o que devo prevenir? O inversor solar, peça fundamental para uso do sistema, converte a corrente contínua gerada pelo seu sistema em corrente alternada. Ele deverá ser instalado o mais próximo possível do quadro de energia, longe de umidade e da incidência direta da luz do sol.  Para saber mais sobre o inversor solar acesse:

Tilha Solar 4 – O Inversor Solar

Não se esqueça: seu sistema solar fotovoltaico precisa de um aterramento! Geralmente os painéis são aterrados na própria estrutura, e a estrutura à malha de aterramento da casa ou empreendimento. Caso você esteja na fase de construção entre em contato com nossa equipe: